Destino divino, destino certo

"Na vida pessoal e profissional temos que superar dificuldades e chegar onde desejamos. O Claretiano ajudou-me a chegar lá duas vezes: Matemático e Pedagogo!"

Carlos cursou Matemática em Guaratinguetá e depois Pedagogia em Belo Horizonte, hoje é feliz e realizado com uma das profissões mais nobres do mundo, a de professor.

Quem nesta vida já não sonhou em ser um Professor?!

Para ajudar minha família financeiramente abandonei a escola normal e fui trabalhar na indústria (e quem precisa trabalhar começa no primeiro lugar que te dão uma oportunidade). Depois, com muitas dificuldades, terminei o ensino médio somente com 30 anos, e o primeiro curso superior aos 43.

Pra não deixar o sonho de ser Professor morrer sempre fui Professor voluntário, dei aulas de Informática e Xadrez. Por gostar muito do Xadrez decidi que faria uma licenciatura e a licenciatura mais próxima do Xadrez com certeza é a Matemática. Depois de muita pesquisa optei pelo Claretiano e iniciei meus estudos EAD no Pólo de Guaratinguetá-SP (nesta época eu morava em Pindamonhangaba-SP - mais ou menos 40km de distância).

Agora vem aquela parte do "destino divino, destino certo": depois de trabalhar 17 anos na mesma empresa fui demitido e acabei indo parar em Belo Horizonte-MG. Fiz a Colação de Grau da Matemática no Claretiano - Colégio, onde fiz muitos amigos, então surgiu o desafio da Pedagogia, me deram a honra de cumprir o estágio de 300 horas lá (com muito orgulho eu estou neste vídeo, dando aula de Xadrez, rs).

Atualmente sou Professor de Matemática e Pedagogia Designado do Estado de Minas Gerais. Também tenho autorização para lecionar a Língua Inglesa. Este é um resumo da minha trajetória com o Claretiano e não posso deixar de sonhar/desejar que um dia serei um colaborador oficial da instituição.

Agradeço e elogio muito o trabalho da Cris Souza e Glaúcia em Guará e em BH ao caro Professor e Diretor Verner e toda a sua equipe.

Na vida pessoal e profissional temos que superar dificuldades e chegar onde desejamos. O Claretiano ajudou-me a chegar lá duas vezes: Matemático e Pedagogo!

Conheça também outras histórias de nossos ex-alunos

Conheça todas as histórias