O amor pela Matemática me acompanha desde jovem

"Participei de vários ENCIC's, apresentando trabalhos (2012 e 2013) e nas oficinas científicas (2014). Estas atividades não só me prepararam para atuar cientificamente, como enriqueceram meu currículo, facilitando o prosseguimento da carreira. "

A história de sucesso agora é do professor de Ciências, especialista em Educação, bacharel e especialista em Direito e graduado em março de 2015 em Matemática pelo Claretiano - Centro Universitário polo de Curitiba, Robson Ari Costa, 61, que atua como professor em Curitiba. Desde que se formou, Robson, tem levado para as escolas públicas nas quais leciona um ensino diferenciado, com a participação dos alunos em experiências interdisciplinares, utilizando tecnologias tradicionais conjuntamente com os ambientes virtuais. Conheça abaixo um pouco da trajetória de Robson que lançou recentemente o livro

"O amor pela Matemática me acompanha desde muito jovem, na realidade, acredito que fui escolhido por ela. Conheci o polo de Curitiba por meio da internet. Agendei uma visita e me senti muito bem acolhido. Não pensei duas vezes, fiz a matrícula e fui ao encontro do que desejava: aprender e ensinar Matemática, afinal, nunca é tarde para buscar nossos sonhos. Nesse sentido, o Claretiano me orientou por meio da aprendizagem, não só com teoria, mas também com práticas e treinamentos.

Participei de vários ENCIC’s, apresentando trabalhos (2012 e 2013) e nas oficinas científicas (2014). Estas atividades não só me prepararam para atuar cientificamente, como enriqueceram meu currículo, facilitando o prosseguimento da carreira.  Com estas vivências e títulos, hoje sou mestrando em Educação pelo Instituto Politécnico do Porto.

Em minhas aulas procuro sempre utilizar as tecnologias existentes e práticas com montagens e operações dos alunos (exposições, lançamento de foguetes, jornais tecnológicos, oficinas, entre outros), que são prolongamento de minhas aulas e participações na iniciação científica – ENCIC’s. Durante todo o curso o que mais me chamava a atenção era que a teoria da Matemática era muito bem trabalhada dentro de uma contextualização importante, fazendo disso o destaque do curso. Sendo assim, a ligação teoria / prática científica do Claretiano me acompanha pela vida."

Conheça também outras histórias de nossos ex-alunos

Conheça todas as histórias